Em 24h de operação, Portonave movimenta mais de 3,6 mil contêineres em um único navio

Shuba B_site

A atracação do MSC SHUBA B na Portonave, dia 23 de junho, foi mais do que a 8ª escala de uma embarcação com mais de 306 metros no Terminal. A operação resultou em um novo recorde do porto: maior movimentação de contêineres em um único navio. Com 3.667 contêineres movimentados, sendo 2.138 descargas e 1.529 embarques, o MSC SHUBA B ultrapassou a marca anterior registrada pela Companhia, que era 2.839 movimentos, conquistada em maio de 2016.

Com 330m de comprimento e 48,2m de boca, o navio foi o segundo gigante do armador MSC a atracar na Portonave e a girar na nova Bacia de Evolução do Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes. Diferente do MSC NITYA B, que evoluiu na saída, dia 15 de junho, o MSC SHUBA B girou na entrada, navegando à ré até atracar na margem esquerda do Rio Itajaí-Açu, no Porto de Navegantes.

A embarcação, com capacidade para 12.217 TEUs, veio do Porto de Paranaguá (PR) e seguiu escala para Santos (SP), dia 24. A operação total do navio durou 24h e 35 minutos, com destaque para o uso, por algumas horas, de seis guindastes de cais (portêineres), registrando picos de produtividade de 250 movimentos por hora (mph).

Nas últimas 24h, além do MSC SHUBA B, a Portonave operou os navios SKYROS e BARBARA. E, somando o total movimentado nas três escalas foram 4.623 contêineres, um recorde de volume para o Terminal.

Desde o início das manobras na nova Bacia de Evolução, em 31 de maio, a Portonave já recebeu oito gigantes. Destaque para o APL Paris, maior navio a navegar na Costa Brasileira, que atracou no Terminal em 16 de junho. A nova Bacia de Evolução traz competitividade ao Complexo Portuário de Itajaí e Navegantes, possibilitando aos portos das duas margens fomentar ainda mais a economia do Estado e país.

 

Postado por Melissa
[25/06/2020]