Portonave movimenta mais do que contêineres

Portonave, abril de 2019. Foto: Guilherme Pupo

Porto de Navegantes completa 12 anos de operação se posicionando como motor de desenvolvimento econômico e social

A Portonave completa 12 anos de operação hoje, 21 de outubro e, cada vez mais, conduz seus negócios para movimentar mais do que contêineres. Posiciona-se como motor de desenvolvimento econômico e social, investindo em projetos e ações que contribuem com o crescimento do país e promovem inclusão social e cultural. Em 2018, quase R$ 3 milhões de reais foram destinados a projetos nas áreas da cultura, educação, saúde e esporte. A seleção das iniciativas apoiadas prioriza projetos locais e regionais, mas também beneficia projetos em nível nacional. “Acreditamos que a nossa missão vai além de impulsionar a economia. O desenvolvimento sustentável faz parte do nosso DNA”, comenta o diretor-superintendente Administrativo da Portonave, Osmari de Castilho Ribas.

Falando em Sustentabilidade, o Terminal Portuário de Navegantes é apoiador oficial do Objetivo de Desenvolvimento Sustentável “Vida na Água” (ODS 14) da ONU. Os ODS são uma agenda global com metas até 2030 para promover sociedades mais prósperas e pacíficas, em relações sustentáveis com o meio ambiente. Para ajudar a cumprir a meta, a Portonave patrocina uma série de ações e projetos ligados à preservação dos mares e rios.

O Porto também investe em monitoramento e controle de todos os aspectos ambientais relacionados à sua atividade. Só em 2018, investiu R$ 1,8 milhão em gestão ambiental, incluindo monitoramento de água de lastro e acompanhamento de espécies presentes no estuário do Rio Itajaí-açu, monitoramento de lençol freático; segregação e destinação adequada de todos os seus resíduos sólidos e tratamento de 100% de seus efluentes.

Além do engajamento em ações de interesse coletivo, a operação do Terminal em si trouxe, e continua trazendo, crescimento significativo para o município de Navegantes, para a região e para o país – 45% do total arrecadado em Imposto Sobre Serviço (ISS) pela Prefeitura Municipal são gerados pela Portonave. A Companhia tornou-se também uma das principais empregadoras locais, gerando cerca de mil postos de trabalho diretos e outros três mil indiretos. Foi, ainda, um atrativo para que outras empresas se instalassem na região. Tudo isso representou crescimento econômico e oportunidades para a população. “Crescemos junto com Navegantes. O PIB da cidade passou de R$ 500 milhões em 2007 para quase R$ 4,5 bilhões em 2016, segundo dados do IBGE. A receita do município no período quintuplicou e é nítido o desenvolvimento de toda a cidade. Ficamos muito felizes em poder contribuir com isso”, acrescenta Castilho.

Mas não só Navegantes que ganhou. A Portonave foi o primeiro terminal portuário privado de contêineres do país e abriu portas para que outros surgissem, mostrando a importância do investimento privado no crescimento econômico nacional. Hoje, o Porto de Navegantes está entre os maiores movimentadores de contêineres do país e é o único a vencer uma premiação internacional respeitada, a Lloyd’s List Awards – como Operador Portuário do Ano, em 2013.

Junto a uma atuação responsável e comprometida com o desenvolvimento sustentável da região, a Portonave busca continuamente a prestação de serviços com excelência e a melhoria contínua de seus processos, sendo uma referência no segmento portuário. É líder na movimentação de contêineres em Santa Catarina desde 2009 e está entre os 20 maiores portos da América Latina, segundo a Comissão Econômica para a América Latina e o Caribe (Cepal).

 

LINHA DO TEMPO

 

  • Maio 2001 – contrato de adesão com o Ministério dos Transportes
  • Outubro 2005 – inicia a construção do Terminal
  • 21 de outubro de 2007 – terminal entra em operação com o recebimento do primeiro navio: o MSC Uruguay
  • Março 2008 – certificação ISPS CODE da Organização Marítima Internacional da ONU
  • Março 2009 – certificação ISO 9001
  • Março 2009 – Câmara Frigorífica (Iceport) entra em operação
  • Junho 2010 – certificação ISO 14001
  • Outubro 2013 – título Operador Portuário do Ano, concedido pelo Lloyd’s List Global Awards
  • Outubro 2014 – recorde sul-americano de produtividade por navio: 270,4 movimentos por hora
  • Julho 2015 – ampliação do Terminal, dobrando a capacidade estática do pátio para 30 mil TEUs
  • Abril 2016 – certificação de Operador Econômico Autorizado – OEA (1º porto do Brasil a obter)
  • Outubro 2018 – certificação OHSAS 18001 (Saúde e Segurança do Trabalho)
  • Novembro 2018 – o contêiner de número 7 milhões embarca rumo a Xangai, na China.

*TEU: unidade de medida equivalente a um contêiner de 20 pés

 

A Portonave em números

7,5 milhões de TEUs movimentados

Mais de 6,4 mil navios atracados

45% de market share em Santa Catarina (Fonte: Datamar, Jan-Ago, importação +exportação)

996 profissionais diretos

Postado por Sílvia
[21/10/2019]